segunda-feira, 20 de junho de 2011

Sinuosa


Me encontro ao pé da
serra onde nascem as
flores mais belas,
onde vejo as lindas
montanhas onde o
ar cheira você...

Te encontro nesta subida,
não posso ser as retas
serei as curvas, as curvas
da vida são emocionantes,
alguma vez terei de reduzir
e outras serão apenas
curvas sinuosas ou,
algumas curvas perigosas...

Pisca alerta ligado,
não obedecerei a
sinalização e
invadirei a pista,
já invadi tua estrada...

Farei ainda muitas curvas,
encontrarei obstáculos,
encontrarei os sonhos,
a razão e a emoção....

Mas continuarei
a subir esta serra,
ao encontro de você,
caminharemos juntos
esta ilusão,
e de mãos dadas
olharemos a vista,
ao longe e deliciar
com o dia a nossa frente...

Depois sentir o ocaso,
ver surgir um céu negro,
ter as estrelas como
cúmplices e na ousadia,
me encontrarei no teu
corpo e saborearei você,
sentirei você novamente
sentirei teu calor, teu suor...

E no teu aconchego,
enroscarei meus dedos
no teu peito, me
aninharei na tua paz,
e continuarei sempre
acelerando até chegar a
você no ritmo do meu coração...

Autora: Márcia Monte

Um comentário:

  1. A vida é nossa grande subida, serra à cima.
    Linda poesia.

    Abração.

    ResponderExcluir